29 de Abril de 2011 ♥

domingo, 30 de maio de 2010

Jorge, és sempre tão querido, tão amável, tão meu. Sempre foste e sempre serás a única pessoa que esteve verdadeiramente do meu lado. Sempre foste a pessoa que mais conforto me deu. As palavras que ainda hoje me dizes, por mais ninguém serão ditas, tenho a certeza disso. É nos teus braços que me sinto confortável. És a pessoa que me segura e que não me deixa cair. Não me quero esquecer de todos os mimos que me deste, quando eu estava insuportavelmente mal. Sei que sempre fui demasiado egoísta contigo, sei que quando estiveste mal, eu só te fazia ainda mais mal. Desculpa! Todos os dias que ficámos sem falar por coisas sem sentido. Eu dependo de ti. Já não consigo largar a tua mão, já não me imagino sem a tua presença. Ainda te lembras da primeira conversa? Lembras-te das parvoíces que fiz?
São tantas as memórias, tantas as palavras, tantos os gestos. Eu e tu somos as únicas pessoas que conhecemos verdadeiramente esta história. Sei tudo de ti, e tu, tudo de mim. Não existem segredos, medos nem vergonhas. Os quilómetros de distância que nos separam desaparecem quando os nossos sorrisos se juntam.
És tudo o que tenho e és tudo o que sou.
Não quero que nada disto acabe, porque sinceramente, eu perdia-me completamente, sem ti.
Amo-te, é a palavra mais sincera que te posso dizer.
És sem dúvida, alguém sem uma explicação mínima. És incrível mesmo, melhor amigo.
Eu juro que te amo.

3 + 1?:

© color dream , disse...

só amor :')

© color dream , disse...

oh :,) amizade é amor também ehehe *-*
muito obrigada (L)

Diana disse...

obrigada! :)

quando estou triste venho ao teu blog e sinto-me mais profunda!
escreves com a alma...