29 de Abril de 2011 ♥

sábado, 31 de julho de 2010

Sabes o que é... qual é a sensação de teres passado imenso tempo a lutar para que o sofrimento se fosse, para que as lágrimas se mascarassem, para que a coragem fizesse parte do teu plano e pensamento e, de repente, num só dia, vês tudo isso como aquilo a que afinal nunca conseguiste chegar. Acabas por te ir abaixo com mínimas coisas, acabas por ter de aprender a lidar com as lágrimas, antes que elas se tomem dentro e fora de ti.
A tua dor torna-se constante, mas não tanto como o teu medo. O teu cansaço absorve toda a tua alma e tudo o que restava de ti, impedindo-te assim de encontrares maneira de dizer que estás bem aos que contigo se preocupam. Vais sentir que o mundo que te rodeia é aquele que menos te compreende.
Torna-se difícil saberes que eras forte, teres dado a ti mesmo a certeza de que conseguias tudo e de repente, "era tudo mentira" e tu, eras apenas mais um objecto da ilusão que sempre te acompanhara.

Catarina Semedo, Pirinéus 2010.

2 + 1?:

V'Andreia disse...

Gostei :)

ti em mim disse...

gostei da forma como escreves!

Se sentiste algo forte, não foi ilusão, foi realidade, acredita e luta por isso!

(também li o teu post acima e acredita, há coisas que são para sempre, e o amor é uma delas!)