29 de Abril de 2011 ♥

quarta-feira, 20 de abril de 2011

foi há muito tempo.

 2 anos.
Passaram 2 anos, desde o primeiro dia em que te vi, desde que o meu coração disparou assim que encontrou o teu, desde que as nossas vozes se uniram. Foi há 2 anos que nos conhecemos, e foi a partir desse dia que nunca mais nos esquecemos. É quase inacreditável tudo aquilo que entre nós se passou neste espaço de tempo. Foram tantas as lágrimas, tantos os sorrisos! Foi tanto o desespero, tanta a saudade, tanto o sentimento! Quantas noites foram passadas em branco, nas quais o meu coração pulsava a dor que em forma de lágrimas escorriam pela minha face. Este silêncio... este vazio. Todos os minutos em que estiveste a meu lado, a presenciar a minha maior felicidade estão agora eternamente guardados no meu mais profundo íntimo. Magoa-me que não te lembres de nada, que não tenhas noção de que já passaram 2 anos. Magoa-me que demonstres que eu fui apenas mais uma. Como é possível ser apenas eu a sentir algo tão forte? Nós passámos por imenso, lutámos e perdemo-nos neste mundo, sem saber o que fazer e isso cada vez mais me oferece certezas de que o que nos uniu foi profundo e inexplicável. Mesmo que não te lembres, mesmo que nada volte a ser como dantes... Amor, são 2 anos. Isso é muito tempo. O sentimento continua o mesmo, e a dor que sempre o acompanhou também. Amo-te. 19 - 04 - 2009

13 + 1?:

joanarocha disse...

óh, que bonito *-*

Niqui disse...

que bonito...

Vanessa disse...

Gostei *

joanarocha disse...

de nada (:

Pedro Miguel disse...

4+1=5 :D

É tão estranho ver como vocês mulheres vêm as coisas. :$ E é isso que me faz gostar de escrever, mais e melhor. *-*

As minhas palavras são música? Explica-te menina simpática. :)

Pedro Miguel disse...

Txi caramba. Já Segues logo 3 blogs meus. Obrigado pelo apoio. :)

Niqui disse...

posi é, pois é :|

Francisca disse...

Está..não tenho palavras.

Pedro Miguel disse...

Aww, obrigado. *-*

Tenho um que vai ficar privado. Por causa de me roubarem os texto todos os dias. :$

Beijinho* (continua a ler)

Francisca disse...

Está fantástico demais :)

Francisca disse...

De nada,querida.

Filipa disse...

podes querer, ele é brutal mesmo!

Anónimo disse...

Ao ler os vários textos que publicaste apercebi-me de que tanto tu como ele nunca se esquecerão, por mais tempo que passe ou por mais que mudem. Tudo o que dizes leva-me a pensar que ele foi o teu primeiro amor, a pessoa que realmente amas-te como ninguém... E tenho a certeza de que ele também te amou tanto como tu a ele. Mas não desesperes, as coisas são todas assim. E às vezes o destino separa o que nasceu para ficar unido. Mas outras vezes o destino acaba sempre por unir quem nasceu para estar perto do outro. Eu sei o que sentes e sei que é difícil. Vive a tua vida e abstrai-te do que te magoa. Não chores mais, és linda demais para isso. E se esse rapaz não percebeu que és incrível então está cego. Escreves muito bem e transmites exactamente o que sentes. Parabéns e sê forte querida. :)